terça-feira, 4 de agosto de 2015

Alguns livros a mais





Qual a razão deste blog?

Ao longo da vida, plantei árvores, juntei livros e dei aulas. Foi isso basicamente o que fiz em sessenta anos de vida. Nos intervalos que o tempo permitiu eu namorei a Mara, cuidei dos meus filhos, trabalhei um pouquinho, li bastante, escrevi, viajei, fui ao cinema... As árvores estão por aí, algumas cresceram mais do que eu. Outras foram cortadas, abatidas, secaram e morreram. Outras deram frutos, sombra e deixaram bucólicas recordações. Os alunos transformaram-se em ex-alunos e, a maioria, em amigos, alguns em grandes amigos. Os livros ajudaram em boas descobertas, propiciaram variados prazeres e sensações. Mas aumentaram tanto que eu tive de tomar uma decisão: ou eles ou eu!

No começo da vida intelectual e profissional, perder ou me desfazer de um livro era quase como ver uma árvore secar, ou um aluno desistir do curso. Acontece que um dia os filhos crescem, as árvores já não precisam tanto de cuidados e os livros... Bem, os livros têm de ser lidos por outras pessoas, têm de circular. O propósito deste blog é deixar os livros irem embora, para outras mãos, para outras estantes.

Muitos já foram. Montei algumas bibliotecas, doei outros, dei, emprestei e nunca pedi de volta, larguei em mesas de bar, em bancos de praças, em estantes de troca de livros... Não me arrependo.

Uma maneira dos livros continuarem sua trajetória, de ajudarem na formação das pessoas e de colaborarem na construção de um mundo diferente do que temos hoje é falar sobre eles, escrever sobre eles, é discutir suas ideias, seu conteúdo e sua forma. Não tenho a pretensão de me tornar um crítico literário, apenas gostaria de conversar sobre alguns livros que li ao longo da vida e, ocasionalmente, dar outras destinações a alguns livros sobre os quais falarei um dia desses. Que tal? 

Conto com a ajuda de vocês









Nenhum comentário:

Postar um comentário